Aumenta o ritmo na montagem de estandes do Show Safra

Cerca de 40% das estruturas estão sendo montadas pelas empresas expositores

Quem trafega pela rodovia MT 449, nas proximidades da Fundação Rio Verde, já consegue observar a ocupação do parque tecnológico que vai sediar, de 18 a 22 de março, o Show Safra. Ontem o local foi visitado pelo prefeito Miguel Vaz, que foi recepcionado pelo presidente da Fundação Rio Verde, Joci Piccini. A imprensa de Lucas do Rio Verde acompanhou a visita.

De trenzinho, o grupo seguiu pelas ruas do parque tecnológico recebendo informações sobre o processo de montagem dos estandes e preparação da área para o evento. Miguel e os repórteres acompanharam o trabalho das equipes e observaram os cuidados que são adotados com a segurança dos trabalhadores. Antes de entrar no parque, cada trabalhador passou pelo processo de integração, feito por uma empresa de segurança no trabalho, que orientou sobre a necessidade do uso de EPI e também sobre as normas de regulamentação do trabalho.

Os visitantes observaram ainda a qualidade dos estandes, que vêm acompanhando a evolução do Show Safra. “A cada ano que passa a gente vê estruturas de stands maiores, com mais qualidade de cobertura. Eu tenho certeza que esse Show Safra, que vai reunir mais de mil marcas, vai mostrar mais uma vez todo esse potencial, toda a participação do agronegócio na economia do Mato Grosso e do Brasil”, assinalou Joci Piccini.

A imprensa ainda acompanhou a inauguração da pista do Show Safra Aero, com o pouso da primeira aeronave, um jato Citation 2. A pista, de 1,4 mil metros, foi homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) sob a identificação SIH8. Ela ganhou balizamento e pode ser utilizada no período noturno, mediante solicitação prévia.

Movimento no parque
Com a proximidade do início do Show Safra, aumenta o movimento no local. A expectativa é que mais pessoas sejam envolvidas na montagem de estruturas. Diretor executivo da Fundação Rio Verde, Rodrigo Pasqualli, lembra que a preparação das áreas de cultivo de milho, soja e algodão, iniciaram com bastante antecedência e já estão concluídas. “Agora chega a parte do embelezamento, da construção dos estandes, vinda dos maquinários, equipamentos, tudo para implementar e dar esse suporte, dar essa visão, a amplitude que o Show Safra proporciona”, disse.

A intenção da Fundação Rio Verde é fazer um evento agradável e receber os visitantes com o máximo de conforto possível. Por isso, a área de exposição foi ampliada em quase 30%, em relação ao ano passado. Também foi aumentado o número de vagas de estacionamento. “Expandimos a largura das ruas cobertas, onde as pessoas podem caminhar mesmo em condição de chuva ou em condição de sol, uma variação climática comum nesta época do ano”, reforça Pasqualli, ressaltando ainda que todos os ambientes estão sendo pensados para serem o mais acessível possível. “Não tem degrau em nenhum ambiente do evento e a ideia é sempre transformar isso em uma experiência onde a família pode vir, o pai, o filho, a esposa, pode ter conhecimento, trocar informação, fazer negócios”.

Além do Show Safra Aero, que contará com exposição de aeronaves, está na programação o Show Safra Connect e Show Safra Pecuária. O Connect, cujo estande fica próximo ao auditório da Fundação Rio Verde, reunirá tecnologia num ambiente climatizado e com muitas atividades para o segmento de games. O local também sediará o maior hackathon de Mato Grosso, quando dezenas de pessoas ligadas à área de desenvolvimento tecnológico vão se envolver durante os dias do evento para buscar soluções a problemas que afetam o dia a dia do produtor rural na região de Lucas do Rio Verde. Já o Show Safra Pecuária terá uma programação de leilões e exposições de animais de raça e de animais de pequeno porte. O pavilhão leva o nome de Nossa Senhora Aparecida contará com palestras técnicas de interesse dos produtores rurais.

Fonte: Verbo Press